Varreduras de reconhecimento facial estão se expandindo para voos da Delta no Aeroporto Internacional de Atlanta

A Delta em breve usará reconhecimento facial para voos internacionais no Aeroporto Internacional de Atlanta Hartsfield-Jackson no final deste ano. O escaneamento biométrico facial será opcional, como uma opção para poupar tempo aos viajantes no check-in, conforme identificado pelo TechCrunch .

Aqueles que não querem que seus rostos sejam digitalizados sempre podem optar por sair, mas a opção é dada apenas aos cidadãos dos EUA. Os visitantes precisarão ser verificados como medida de segurança. Os dados serão coletados e armazenados por duas semanas, embora os registros de saída durem mais de uma década para os cidadãos e portadores de green card, e mais de sete décadas para os visitantes.

A expansão Delta é apenas a mais recente em uma implementação mais ampla de sistemas de segurança baseados em reconhecimento facial nos aeroportos dos EUA. Em agosto, a tecnologia ajudou as autoridades a capturar um impostor pela primeira vez em um aeroporto perto de Washington, DC. Atualmente, há um total de 14 aeroportos usando a tecnologia de reconhecimento facial para filtrar as pessoas que chegam aos EUA com documentos falsos. O Dulles Airport da DC vem testando sistemas de reconhecimento facial desde 2015, enquanto o Aeroporto JFK de Nova York começou a testar a tecnologia em 2016. Ambos fazem parte do piloto de saída biométrica mais amplo que usa reconhecimento facial para identificar portadores de visto quando saem do país.

A Alfândega e Proteção de Fronteiras ainda está avaliando se os viajantes no futuro poderiam usar dados biométricos para verificar suas identidades, em vez de apresentar cartões de embarque e documentos de identificação, disse a agência em um comunicado.

5 (100%) 1 vote[s]
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo